Chegámos ao último episódio desta série de dicas para remodelar as divisões das vossas casas. E como não podia deixar de ser, deixamos para último o que costuma ser o patinho feito no que toca a decoração. Estamos todos errados, portanto. Por mais pequeno que seja a vossa casa de banho não descorem no momento de escolher os materiais e acabamentos, pois podemos facilmente transformar um cubículo de 3m2 no momento mais interessante das nossas casas.

 1. Tela de cristal

Evite subdividir o espaço. Não crie pequenos compartimentos e, sempre que possível, use o vidro em detrimento de outros materiais opacos. Este material irá ajudar a que o espaço seja ampliado.

bathroom @interiordesign.net

bathroom @pinterest

2. Sanitários mini

Hoje há no mercado uma panóplia de sanitários, que nos oferecem imensas soluções, desde os mais clássicos aos mais modernos. Se a sua casa de banho tem dimensões reduzidas opte também por peças sanitárias menores, para que não ocupem espaço útil. Sei que parece um contra senso, uma vez que estamos a falar de casas de banho, mas considero que há outras peças que poderão sobressair neste espaço. Explorem algumas marcas, nacionais principalmente, que desenvolveram nos últimos anos linhas muito interessantes do ponto de vista do design. Alguém imaginava que uma sanita poderia ser uma peça statement? Em suma, considerem a dimensão do vosso espaço antes de escolher as peças sanitárias.

bathroom @pinterest

bathroom @pinterest

3. Espelhos XL

Quanto maior o espelho, maior o espaço. Sempre que quisermos aumentar a percepção do espaço o melhor truque é aplicar espelhos de grandes dimensões.

bathroom by Kennedy Nolan @yellowtrace.com

4. Aproveitar os nichos

Muitas vezes, por razões estruturais ou ausência de projeto, há ressaltos nas paredes, nichos e vazios nas paredes. Por razões estéticas estas situações pontuais são anuladas ou disfarçadas com intuito de diminuir o ruído que provoca na leitura do espaço. Contudo, há momentos em que estes “não” elementos podem tornar-se em recantos não só úteis como especiais para a decoração deste espaço. Aqui não há grandes truques, tudo depende do conceito do ambiente. Este nicho pode ser um elemento de destaque e aí podemos trabalhá-lo com um material diferente. Se, por outro lado, pretendermos uniformizá-lo, mesmo sendo um elemento em “negativo”, utilizamos o mesmo revestimento utilizado nas restantes paredes.

bathroom by nbundm @archdaily by Henning Koepk

bathroom @pinterest

bathroom @pinterest

5. Palete de cores simples, ou não

O importante aqui é o critério. Se quisermos criar uma casa de banho neutra, sóbria, com pouco destaque e extremamente elegante, optamos por uma palete de cores igualmente mais neutra, assim como as texturas.

Por outro lado, podemos remodelar uma casa de banho e torná-la num statement, onde há texturas, cores e materiais com uma grande presença. Podemos fazer isto tudo de forma divertida, personalizada e coerente. Há truques para não se cair no exagero e há momentos em que se têm que tomar algumas opções. Mas quase sempre, quando bem feito, o resultado é estonteante.

bathroom @betterdecoratingible.com

bathroom @pinterest

bathroom @pinterest

bathroom @pinterest

O potencial das casas de banho está ainda num caminho de descoberta e nós somos daquelas que gostamos de arriscar. Vocês?