GET YOUR LIVING ROOM TOGETHER ep. 02

Esta é o segundo post de uma série onde temos feito uma viagem pelas várias divisões da casa, descrevendo alguns pontos que podem ser impulsionadores de mudanças positivas nos vossos ambientes. Ainda que estas sejam dicas transversais e generalizadas, funcionam como linhas guia para o desenvolvimento do seu espaço e como um momento de reflexão sobre a forma como utiliza a sua sala.


 

1.Dispor a sala tirando partido da luz natural

Este tópico deverá partir de uma auto-análise: como prefere ocupar o seu espaço? Gosta de ler com luz natural ou prefere um sala de cinema, sempre preparada para maratonas de filmes e séries?

De uma forma geral, e sempre que há essa possibilidade, é uma mais valia tirar partido da luz natural que entra no interior, e por essa razão, tentamos integrar junto às varandas ou janelas uma zona de estar ou de leitura.

Contudo, quando não é possível introduzir uma terceira área numa sala, temos duas hipóteses. Estas mesmas hipóteses, estarão também dependentes de situações com o layout do espaço ou mesmo com a forma como está integrado no resto da casa. Mas, a título de exemplo, se gostarmos de estar no sofá a ler durante o dia, devemos tentar localizar a zona de estar junto a essa entrada de luz natural. Se, por outro lado, gostamos que a zona da televisão e sofás esteja numa área mais resguardada, com menos luminosidade, devemos optar por organizar a zona de jantar junto à janela ou varanda.

reading area @Emily Henderson


reading area @pinterest


 

reading area @pinterest


 

2.Reduzir peças de grandes dimensões

A não ser que tenha uma sala de, também, grandes dimensões, opte por mobiliário menos massudo. Evite conjuntos completos em madeira maciça, assim como móveis de parede compactos. Quando se trata de mobilar uma sala, o truque é, sim, pensá-la como um todo, mas sem a tornar monótona. Não é por termos mobiliário maior e mais escuro que tornamos a sala mais acolhedora. O que a torna acolhedora são os materiais, é o equilíbrio nos tons e tecidos, é o conforto das peças e do ambiente. E mesmo utilizando peças de diferentes estilos, tons, materiais, conseguimos unificar o espaço de forma a que a sua leitura seja uniforme.

Living room @Emily Henderson


living room @Emily Henderson


living room @pinterest


living room @studio mcgee


 

3.Introduzir na decoração peças statement

O truque para dar personalidade a um ambiente é introduzir peças de impacto. Mesmo quando temos uma palete de cores neutra e mobiliário simples, introduzir no ambiente uma peça que sobressaia, que marque o ambiente, é importante. Além de conferir personalidade ao espaço onde vivemos, torna-o mais acolhedor e interessante. Esta peça de impacto pode ser um candeeiro de pé estilizado, uma planta, uma escultura ou um peça de design. É muito fácil criar uma sala que marca pela diferença sem que se torne num festival de informação. Neutra, confortável e com algumas peças distintas.

Living room @pinterest


Em tom de conclusão, a sala é possivelmente o lugar onde colocamos mais esforço para criar algo mais à nossa imagem, bonito e personalizado. Contudo, muitas vezes caímos no erro de introduzir toda a informação, mobiliário e objetos que possuímos. Nós, miiu studio, enquanto arquitetas de espaços e ambientes, sugerimos que esta informação seja distribuída pelas diferentes divisões, para que haja uma leitura homogénea em toda a sua casa.